Reserva Natural da Vale - Linhares - ES

Esta postagem é especial e com objetivo de mostrar uma opção (das quinhentas mil que existem) bacana de passeio para fazer neste feriado que se aproxima. Ela faz parte de uma blogagem coletiva que tem como intuito divulgar o nosso amor pelo ES! Enjoy! #CapixabasIndicam

Com mais de 20 mil hectares de Mata Atlântica preservada, a Reserva Natural Vale é mais que um refúgio para quem quiser tirar um tempo para descansar pelo norte do Espirito Santo.


Lago - Próximo a entrada


Existe a opção tanto de passar algumas horas neste recanto como de passar uns dias, pois a Reserva da Vale também conta com um Hotel. Independente da opção escolhida, é sugerido entrar em contato pelo telefone disponível no site e reservar o passeio desejado. Para passar o dia, a entrada é free, e quanto a hospedagem, vale a pena ligar com antecedência para ver se tem alguma promoção em vigor.


Detalhes que encantam

Mais do lago

A 'bunita' encantada com o banco-tronco


Nem preciso acrescentar que chegamos e fomos direto para o Lago né? Que ambiente mais gostoso! Ficaria horas ali de boa....só aproveitando a paisagem. Mas, como o nosso tempo ali era limitado (a um domingo), fomos conhecer as outras partes da Reserva.

Próximo ao Lago e ao Estacionamento há uma série de edificações, com as diversas funções, como lanchonete, centro de visitantes e auditório. Lá, é possível fazer algumas atividades (sugiro olhar a programação) como oficinas com materiais reutilizáveis. Existe também uma exposição bem legal sobre a Mata Atlântica, sua biodiversidade e alguns exemplares de sua fauna empalhados. Nesta parte Manu ficou encantada com a distância que a onça alcança com o seu pulo, e por várias vezes ficou 'contando' quantos passos ela precisava dar para percorrer a mesma distância. A quantidade de borboletas e besouros também chamou a atenção da pequena, assim como o tamanho do lagarto. Ainda neste prédio, tinha uma exposição sobre a utilização do minério do nosso dia a dia.



O pulo da onça

Animais empalhados

Manu conferindo o tamanho do Teiú
 
Próximo a lanchonete encontramos a primeira área preferida da Manu: o parque infantil! Ali tinha um mix de brinquedos feitos com madeira e outros de plástico. A pequena ficou ali longos 40 minutos, testando a eficácia e todos os brinquedos e aprendeu também a subir na árvore - e o jeito mais gostoso de descer dela. Confesso que não me atentei se era permitido ou não subir em árvores ali.


Área Kids

Atravessando a ponte

Eis a primeira árvore que Manu subiu - assessorada, mas subiu!

Aprendendo a descer da árvore


Depois de deixar Manu gastar um pouco a energia na área kids, fomos (de carro) até o Pomar e a Piscina Natural de Hidromassagem. Deixamos o carro no estacionamento e fomos andando até o ponto desejado. Neste trecho, avistamos alguns macacos. Foram os maiores macacos que já vi soltos, e foi bem legal ficar observando eles. A parte triste deste trecho foi ver que a Piscina estava seca. Pois é, seca seca. Aqui no ES estamos atravessando por um longo período de estiagem, e até a reserva, que é cercada por vegetação e deveria ter suas nascentes bem preservadas, não aguentou o stress hídrico que vem sofrendo o estado. Ouvi relatos que muitas partes da Reserva de Sooretama (próxima a Reserva da Vale) está bem seca, e os animais estão morrendo de sede. Que há queimadas nas reservas também é um fato. Confesso que a algum tempo venho presenciado locais secos devido a estiagem, mas como geralmente eram áreas de pastagem, a dor era diferente. Ver uma Reserva sofrendo foi bem chocante.

Macaco

Ache os macacos!

Outro bonito!

Efeitos da Estiagem

Era-se um Lago!


Após visitar os macacos, fomos almoçar. Como ainda não era meio dia, tivemos que esperar o restaurante abrir. Aí fomos para o segundo round de parque - próximo ao restaurante há uma área kids, além de brinquedoteca. Nem preciso falar que Manu se acabou ali enquanto aguardávamos. No restaurante serve a quilo. A comida é bem saborosa, e há opções para os pequenos (arroz, feijão em calda, legumes e verduras cozidas além de carne macia). 


Mais brinquedos!

Brinquedoteca


Depois do almoço, foi hora de relaxar nas redes. Tem que andar uns 5 minutos para chegar no 'redário', mas super compensa! Além de aproveitar para descansar nas redes, tem uma vista maravilhosa o local.


Redário

Vista do Redário


Antes de dar tchau, ainda fomos dar uma olhada no orquidário. Pena só que estava sem as flores.


As bonitas se preparando!

Orquidário


Dali fomos em direção ao estacionamento e rumo a Vitória. O passeio é bem tranquilo. Para os adultos ou quem for com criança com mais de 6 anos, dá para fazer as trilhas pela Mata. Os grupos para a trilha são guiados, e devem estar de calça comprida e tênis. Para os interessados, aconselho chegar um pouco antes do horário agendado para a trilha, pois há um número máximo de pessoas para o evento.

A Reserva é bem sinalizada, banheiros limpos, áreas pensadas nas crianças e com opções de alimentação saudável. Desta vez não nos hospedamos, mas para os animados, há uma piscina convencional que estava funcionando para os hospedes (ou quem pagar uma taxa). 

Fui embora com vontade de voltar. Mas confesso que quero voltar quando Manu tiver mais que 6 anos (para ela poder fazer a trilha) e num período com mais água, para ver as piscinas todas cheias!

Para este passeio, só levamos um kit de roupas extras para Manu (vai que, né?) e um copo com água. Como lá tem infraestrutura, não necessitou levar comida par almoçar ou lanchar. Aí não perguntei se pode fazer piquenique ou algo do tipo, mas na dúvida, vale a pena ligar e perguntar.

Mais dicas de passeios pelo ES? Segue o link dos blogs que participaram do #CapixabasIndicam

Comentários

  1. Mt bom, sempre quis saber o que tinha dentro dessa reserva da Vale! Parabéns pelo post bem detalhado, Emilia!

    ResponderExcluir
  2. Que legal! A reserva é bem grande, né?! Acho que deve valer um bate e volta saindo de Vitória.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada João! E Deivson, bem vale um bate e volta! A dica aí é só marcar antes a trilha - nela, usam perneiras e tudo, para evitar acidentes com animais peçonhentos! Tem atividades para o dia inteiro - ou um final de semana, caso prefiram!

    ResponderExcluir
  4. Que delícia de lugar! E aquela rede, heim! Como conseguiu sair dali? rsrs Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de lugar para um passeio no final de semana hein? Linhares tem muitos cantinhos gostosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linhares consegue esconder mais que o ES os seus pontos turísticos! Mas vamos a luta que aos poucos a gente desvenda eles!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Conhecendo um pouco do Caparaó Capixaba

Praia do Ermitão e Parque Morro da Pescaria - Guarapari - ES